GDF quer ampliar contratação para 1 mil agentes


O governador Ibaneis Rocha (MDB), depois de decretar estado de emergência no Distrito Federal por causa da dengue, quer ampliar a contratação de profissionais para combater a doença.
A declaração foi dada durante a inauguração da nova pista do Jockey Club de Brasília, em Vicente Pires, na manhã desta quinta-feira (06/02/2020).
O chefe do Executivo local quer ampliar o número para 1 mil — apesar de o Ministério Público de Contas (MPC-DF) pedir a suspensão do processo seletivo do Iges-DF.
Além da promessa, Ibaneis aproveitou para cobrar dos brasilienses o apoio no combate à dengue. “Nós assumimos a nossa parte, mas a população tem até fazer a sua”, afirmou.
O Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (Iges-DF) abriu contratação de 600 profissionais para os cargos de agente comunitário de saúde e agente de vigilância ambiental em saúde.
Entretanto, para o MPC, o edital tem uma série de “vícios” que o inviabilizariam. Entre eles, o curto prazo para inscrições – entre a sexta-feira (31/01/2020) e o domingo (02/02/2020) –, a falta de divulgação e a ausência de publicidade.

Morte

Os números indicam que o problema já é bastante crítico na capital. A quantidade de casos subiu de 704 para 1.296 na comparação entre janeiro de 2019 e o mesmo período de 2020.

Em 2020, foram 27 sinais de alarme, três casos graves e uma morte, na região Centro-Sul do DF, mais exatamente no Guará. A vítima tinha 60 anos. Já em janeiro de 2019, houve 18 casos com sinais de alarme, um grave e nenhum óbito em 2019.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário