Criança de 3 anos e pai achados mortos em casa


O homem suspeito de ter matado a filha de 3 anos e tirado a própria vida na noite de sexta-feira (06/09/2019) foi sepultado na tarde deste domingo (08/09/2019). Pela manhã, houve a cerimônia de despedida da criança. A tragédia ocorreu em Ceilândia, e os enterros foram feitos no Cemitério de Taguatinga (foto em destaque).

Na noite de sábado (07/09/2019), a jovem de 23 anos que encontrou o pai e a irmã mortos ao chegar em casa, na noite de sexta, afirmou ao Metrópoles que o pai sofria de depressão. “Ele sofria de depressão, estava muito doente. Ele me criou, era uma pessoa boa”, afirmou.
A mulher, que pediu para ter o nome preservado, não quis entrar em detalhes do momento em que encontrou os corpos na casa onde mora, em Ceilândia, mas ressaltou que o pai lutava há tempos contra a depressão. Ela pediu privacidade neste momento de dor e disse que, além dela e da criança de 3 anos, o pai tinha quatro filhos, do primeiro casamento.
No sábado (07/09/2019), a reportagem foi até a residência, e encontrou todas as portas trancadas. Vizinhos da família, ainda chocados com as informações, disseram que o homem morava havia cerca de dois meses no local. Porém, era pouco visto na rua. Segundo eles, a maioria dos moradores da quadra não o conhecia.

“Ontem, nós vimos muita movimentação de polícia e descobrimos que os dois foram encontrados mortos lá dentro. Quem morava nessa residência há mais tempo era a filha mais velha desse senhor. Ele passou a residir aí tem pouco tempo, também com a criança“, contou uma mulher que preferiu não se identificar.
Outro vizinho da mesma rua falou que, após o ocorrido, ninguém apareceu na casa. “Não tinha contato com eles. Apenas sei que a filha mais velha morava no imóvel. Ela passava o dia fora. Só a cumprimentava com bom dia e boa noite. Estamos estarrecidos com a notícia. Muito triste.”
FONTE: METROPOLES

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário