Moradora de Samambaia perde a guarda provisória dos filhos



Nos últimos dias, Joyce Alvarenga dos Santos saiu do anonimato e viu o nome estampado nos principais sites da capital: havia sensibilizado o cantor Gusttavo Lima durante um show em Brasília e conseguido a promessa de doação de uma cadeira de rodas para o filho Breno, de 14 anos. Dias depois, ela teria criticado a demora para o dinheiro do item cair em sua conta e foi respondida pelo sertanejo. Num novo episódio do caso, uma empresária veio a público falar que doara, no começo do ano, uma cadeira de rodas para o adolescente. A mulher cobrava explicações.

Agora, Joyce dá sua versão sobre a sequência de fatos. A moradora de Samambaia diz que a cadeira de rodas doada por uma empresária em abril deixou de ser útil para Breno. Nas palavras dela, devido a uma solicitação de fisioterapeutas, precisou vender o equipamento para comprar comprar um novo. “Vendi parcelada para uma amiga, que se acidentou e precisou da cadeira. Fiz isso porque ela já me ajudou muito com o Breno”, argumenta.

A dona de casa diz ter juntado o dinheiro da venda e comprado uma nova cadeira, que segundo ela, custou R$ 3 mil. A antiga, doada pela empresária Rosana Macedo, de Alexânia (GO), teria sido usada até setembro. Joyce acusa Macedo de pedir o equipamento de volta após a doação. Além do equipamento, a moradora da Região Metropolitana do DF doou uma geladeira,  para garantir melhores condições nos cuidados com Breno.
Joyce Alvarenga perdeu a guarda dos filhos e do seu filho Breno que necessita de cuidados especiais, segundo o Conselho Tutelar de Samambaia, a mãe não tem condições de ficar com os filhos, ela agora luta para ter novamente a guarda dos filhos, três filhos dela estão com os pais diferentes.

Na web foram feitas várias denuncias de mal tratos, mas a mãe disse que são denuncias falsas contra ela.


Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário