Rollemberg tem apenas 8,7% dos votos em Samambaia, segundo pesquisa

Resultado de imagem para rolemberg em samambaia 

A análise das intenções de voto dos candidatos ao Palácio do Buriti por região administrativa mostra um cenário dividido. Pesquisa encomendada pelo Correio Braziliense e realizada pelo Instituto Opinião Política revela que a polarização política entre regiões mais pobres e mais ricas do Distrito Federal, que marcou as eleições da capital no passado, ainda existe. Segundo o levantamento, a candidata do Pros ao Executivo local, Eliana Pedrosa, tem 44,8% das intenções de voto no Itapoã. O governador e candidato à reeleição, Rodrigo Rollemberg (PSB), tem índice quase 10 vezes menor — o chefe do Executivo registra 4,8% na cidade. Entre os eleitores do Lago Norte, Rollemberg aparece com 33,3%. Eliana, 2,4%.
O levantamento ouviu 1.219 pessoas, entre 7 e 10 de setembro, e foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com a identificação DF-07254. A margem de erro é de três pontos percentuais, com um intervalo de confiança de 95%. Além do Itapoã, a líder da pesquisa, Eliana Pedrosa, também teve bom desempenho no Paranoá, onde conta com 38,5% das citações dos entrevistados, e no Riacho Fundo 2, cidade em que a concorrente do Pros é a preferida de 31,0%. No Plano Piloto, as intenções de voto da ex-deputada distrital caem para 8%, e, no Lago Sul, Eliana tem 3,5%. A média ficou em 19,1%.
Alberto Fraga (DEM), segundo colocado, com 13,2%, saiu-se melhor na Estrutural. Ele é o campeão de intenções de voto na região, com 38,5% das citações. Em Santa Maria, Fraga também aparece à frente, com 26,3%. O pior desempenho do deputado federal foi em Sobradinho, onde ele tem a preferência de apenas 3% do eleitorado.

Homogêneo

O deputado federal licenciado Rogério Rosso (PSD), que aparece com 10,1% do eleitorado do DF, teve desempenho homogêneo entre todas as cidades, com pequenas variações. Os extremos para Rosso foram Itapoã, em que 14,3% dos entrevistados citaram o nome dele, e Sobradinho, onde o parlamentar só conta com o apoio de 3% dos eleitores.
Quinto colocado na pesquisa do Correio, com 7% das intenções de voto, Ibaneis Rocha (MDB) ficou em segundo lugar entre os entrevistados do Lago Norte, com 23,8% das menções. Em Vicente Pires, o índice do emedebista teve 2,7% dos votos. Alexandre Guerra, do Novo, seria eleito governador se houvesse urnas apenas em Águas Claras — o empresário, que tem intenção de voto média de 3%, conquistou 13,5% do eleitorado da cidade. Em Ceilândia, Alexandre conta com apenas 1%.


Fonte: Correio Brasiliense
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário