Samambaia está em sexto lugar no ranking de violência contra a mulher


O Brasil é o quinto país do mundo em assassinato de mulheres: foram 4,6 mil em 2016. Mais de 40% dessas mortes aconteceram dentro de casa pelas mãos de maridos, companheiros ou namorados, de acordo com dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Em 2017, a cidade que mais registrou casos de violência doméstica contra a mulher foi Ceilândia. Samambaia ficou em sexto lugar com 895 inquéritos policiais e 17 termos circunstanciados. Entre as principais incidências estão ameça, injúria e lesão corporal.
No próximo dia 9 de agosto, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) promovediscussão coletiva sobre os avanços e desafios no enfrentamento à violência contra a mulher. O evento, aberto ao público, celebra os 12 anos da Lei Maria da Penha. As inscrições são gratuitas.
Participarão da discussão a promotora de Justiça Liz-Elainne Mendes, coordenadora do Núcleo de Direitos Humanos do MPDFT; a juíza Gislaine Reis, coordenadora do Núcleo Judiciário da Mulher do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT); a defensora pública Dulcielly Almeira, do Núcleo de Defesa da Mulher; a delegada Sandra Gomes, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher; e o capitão Odorico, representante da Prevenção Orientada à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar do Distrito Federal.
Serviço 12 anos da Lei Maria da Penha: Avanços e Desafios
Data: 09/08/2018 Horário:
Das 13:30 às 17:30
Carga horária: 4h
Local: Salas 1 e 2 do Mezanino do Bloco B, do MPDFT
Inscrições: clique aqui

FONTE: ATIVA FM
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário