Justiça condena três por homicídio de pai e filho em Samambaia


Ministério Público recorreu para aumentar a pena dos réus
A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Samambaia obteve, na última quinta-feira, 3 de maio, a condenação de três réus pelos homicídios de Lucas Paulo Teles Ribeiro e Luan Vitor Teles Vicente, pai e filho, respectivamente. Charles Luis Silva, vulgo Piu-Piu, e Madson dos Santos Araújo, vulgo Masson ou Maçon, terão de cumprir 24 anos e 10 meses de reclusão. Já Gustavo Vieira Lima foi condenado a 18 anos e 8 meses. Os réus não poderão recorrer em liberdade.
Os jurados reconheceram as três qualificadoras apresentadas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Segundo a denúncia, o crime foi cometido por motivo torpe, mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas e que resultou em perigo comum. O delito foi motivado por sentimento de vingança, pois os acusados suspeitavam que Lucas havia participado do homicídio de um amigo deles.
Entenda o caso
Em agosto de 2015, Charles, ao saber que seu desafeto Lucas dormia em um barraco com a esposa e o filho, determinou que Madson, Gustavo e uma terceira pessoa não identificada o matassem. Assim, Madson e essa pessoa cercaram o barraco e prestaram auxílio para Gustavo invadir e efetuar disparos de arma de fogo. Os disparos atingiram não só Lucas, mas também seu filho Luan, menor de idade.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário