Falta de ônibus em Samambaia atormenta a vida de moradores e trabalhadores



Esperas que duram horas nas paradas, ônibus lotados e frota significamente menor se comparado a outras linhas que fazem o percurso diverso. Essa é a realidade de quem precisa pegar ônibus que operam em Samambaia. Um coletivo que faz a viagem da Expansão do Setor O para a região, por exemplo, chega a atrasar mais de meia hora regularmente. É o que contam os usuários do transporte público.
A estudante Julia Almeida, 17 anos, embarca, às segundas-feiras, na linha 380 que vai da Samambaia Norte  em direção ao Plano Piloto. Ela reclama do horário oscilante. “O ônibus chega a atrasar mais de 30 minutos regularmente. No horário da noite o veículo faz o trajeto lotado. Isso mostra a necessidade de mais ônibus circulando ou vans de apoio”, observa.
Segundo o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), No DF há 43 linhas diretas e circulares que interligam a cidade com regiões como o Plano Piloto, Gama, Recanto das Emas, Samambaia, Ceilândia, Cidade Estrutural e Taguatinga.

Esse é o caso de Eliane Moura, 40 anos, moradora da quadra 122 de Samambaia Sul, que trabalha alguns dias da semana como diarista em apartamentos em Águas Claras. Pela falta de ônibus que faz a linha direta, ela precisa pegar de dois a três coletivos para conseguir chegar ao destino. “Eu acordo 5h para chegar em Águas Claras por volta das 8h. É bem complicado, porque preciso pegar ônibus para Taguatinga e, de lá, vir para Águas Claras. Não há muitas linhas. Então se eu perder algum, demora de 40 minutos a 1 hora para pegar outro”, lamenta.
Além da necessidade de mais linhas diretas, o descumprimento de horários dos ônibus são frequentes. Elaine conta que, em alguns casos, há diferença de até 30 minutos no horário estabelecido. Por essa razão, a diarista conta que não se sente segura em relação a periodicidade. “Isso acaba prejudicando e dificultando nossas atividades”, ressalta.
A Secretaria de Mobilidade do Distrito Federal foi questionada sobre o assunto em 26 de dezembro, por e-mail, mas até a publicação desta reportagem a pasta não havia se pronunciado sobre o caso.

Saiba Mais:
O DF possui 29 estações de metrô. Do total,24 estão em funcionamento. A frota é de 32 trens que transportam em média 150 mil passageiros por dia. Há três estações em Águas Claras (Concessionárias, Águas Claras e Arniqueiras). Na estação Águas Claras ocorre a divisão da via principal, em dois ramais: um com destino a Samambaia e outro em direção a Ceilândia.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário