Bandidos que morreram em assalto a ônibus na BR-040 eram irmãos

Os dois criminosos que tentaram assaltar um ônibus interestadual na BR-040 eram irmãos. Agnaldo Pereira da Rocha e Ronaldo Pereira da Rocha já tinham passagens anteriores por roubo e, na madrugada desta terça-feira (15), mataram um passageiro policial militar do Distrito Federal. No momento do crime, um agente penitenciário que também viajava no coletivo, reagiu e atirou contra os criminosos. Eles morreram no local.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois irmãos  fugiram da cadeia Municipal de Cristalina em 20 de março. Eles eram assaltantes de ônibus dessa região e já haviam sido presos algumas vezes, inclusive em 2012, na Operação Cerco da PRF. A dupla havia assaltado outro veículo momentos antes de atacar o coletivo  interestadual.
O crime ocorreu próximo ao km 61 da BR-040, na altura de Luziânia (GO), na Região Metropolitana do Distrito Federal. O trecho fica entre o município e a cidade de Cristalina (GO). O ônibus, da viação Real Expresso saiu de São Paulo com destino a Brasília, às 13h dessa segunda (14).
Passava das 4h30 quando os dois suspeitos teriam se posicionado na pista e atirado contra o ônibus para forçar parada. Segundo relatos da polícia, a dupla entrou no veículo e identificou Hernandes José Rosa, sargento da PM há duas décadas, com a farda da corporação. Os suspeitos dispararam dois tiros contra o militar. Ele foi socorrido na Unidade de Pronto Atendimento de Luziânia (UPA), mas não resistiu.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário