Logo do HTML Dog

Claudeci Martins é o novo administrador de Samambaia

 



Foi realizada nesta segunda-feira, dia 04 de abril de 2022, a Cerimônia de Posse do novo Administrador Regional de Samambaia, Claudeci Martins. O evento sediado na própria Administração (QS 502) contou com moradores, lideranças comuntárias das áreas de serviço social, saúde, infra-estrutra e desenvolvimento, segurança e cultura. Aliás, a presença de produtores culturais, artistas e membros de associações e coletivos de arte e cultura chamaram a atenção. Nomes que foram determinantes para a consolidação da cultura de Samambaia estiveram presentes ao lado de novos fazedores das artes, que juntos, mantêm viva a força empreendedora cultural da região.


O PUXADOR DAS FESTAS JUNINAS DE SAMAMBAIA

Claudeci começou a fazer história na cidade desde muito cedo. Foi emancipado por sua família para assumir, aos 17 anos, uma das prefeituras comunitárias do local. Desde então, passou a assumir cargos e funções de liderança em diversas experiências culturais da cidade. Contribuiu para a criação do Complexo Cultural Samambaia, para a manutenção da Paixão do Cristo Negro, para a realização de ações formativas destinadas a jovens através do Instituto Arte Cia & Cidadania e, claro, para levar o nome de Samambaia aos quatro cantos do país com a quadrilha "Si Bobiá a Gente Pimba", que é reconhecida até em alguns países da Europa. Nela, ele atua como marcador e coordenador.


Nascido em 1992, o grupo folclórico "Si Bobiá a Gente Pimba" atua em Samambaia estimulando o contato direto da população com essa importante festa brasileira. Desde a sua fundação, mais de 1200 jovens passaram pela quadrilha, que anualmente representa a cidade em eventos em Brasília e em diferentes estados do país. Em 2017, a Pimba ultrapassou as fronteiras do Brasil e se apresentou em países da Europa, validando a força da cultura popular desenvolvida no Distrito Federal. A grande mudança estrutural da "Pimba” veio em 2016, quando o foco na profissionalização a valorização de artistas participantes passou a ganhar força. Por vários meses que antecedem as tradicionais festas de São João e Santo Antonio, os participantes passaram por oficinas de interpretação, customização, cenografia, maquiagem e figurino e, para além das oficinas, o investimento em consultorias, assessoria de imprensa e meios de difusão da obra passou a ser parte dos bastidores.


Modernidade e tradição são as palavras que resumem o movimento junino de Samambaia, que conta com tantos outros idealizadores e agitadores que se sentem, agora, representados em ter alguém de seu nicho como gestor da cidade.

"A minha história não é só uma história de quem faz quadrilha junina. É a história de quem veio na construção dessa cidade. A história de quem precisou buscar e carregar água do chafariz pras casas das pessoas em cima de uma carroça. Era de madrugada que a gente tomava banho, pois era a hora que a água chegava. Estudei um dia pra que, hoje, como servidor público, eu possa continuar ajudando e contribuíndo pra evolução de Samambaia. Agora assumo como Administrador. Sei que não vou agradar a todos, mas, de minha parte, uma coisa não vai faltar: Disposição para dialogar, conversar, trabalhar e correr atrás daquilo que eu acredito, que é a melhoria da nossa comunidade", comenta o novo administrador Claudeci Martins


Na cerimônia de nomeção do novo Administrador, estiveram presentes também antigos gestores da cidade, representantes da Segurança, Educação e Corpo de Bombeiros, além de representantes da política local, como o ex-Administrador Gustavo Aires, que recepcionou Claudeci e o alertou sobre os muitos desafios que virão nos próximos meses.


A CIDADE DA RESISTÊNCIA

Criada em outubro de 1989 para assentar famílias de baixa renda oriundas de invasões e fundos de quintal, Samambaia encontra-se hoje em constante ascensão social e econômica, sendo a quarta Região Administrativa mais populosa do Distrito Federal, predominantemente compostas por jovens. Verifica-se na cidade uma efervescência artística intensa, diversificada e surpreendente, síntese da população multiétnica e multicultural. As manifestações estão ligadas a teatro, cinema, cultura popular, religião, cultura de massa, cultura urbana, educação e luta pela inclusão social. Em comum, a criatividade dos artistas, busca de oportunidades, reconhecimento e valorização. Obras artísticas da cidade são reconhecidas no DF, no Brasil e em diferentes países.


A primeira vez que se falou de implantar um equipamento público cultural em Samambaia foi em 2007, uma vez que a cidade não dispunha de qualquer espaço público fixo de fruição cultural. A partir daí, iniciou-se uma batalha encampada pelo movimento cultural, diverso e efervescente, pelo conselho de cultura local, simpatizantes e apoiadores da arte na e da cidade. Para obter êxito nessa empreitada não bastava uma ideia vaga na cabeça de poucos interessados. Era preciso aprofundá-la de forma estratégica, buscando o apoio da sociedade e o investimento do governo. O movimento artístico local cresceu, tomou corpo, passou a ter cada vez mais adesões e participação em saraus, acampamentos e diversas ações em que se clamava pelo olhar, sensibilização e compromisso do poder público com a causa. Hoje, dentro do DF, Samambaia é notadamente, um celeiro cultural de primeira qualidade.


Ainda há muito o que resolver na região. Novos assentamentos requerem sensibilidade política para que haja equidade e melhores oportunidades para mais e mais moradores, além de um olhar atencioso com a violência nas ruas.


É nesse cenário pós-pandemia que o novo administrador da cidade terá o desafio de seguir o trabalho da gestão anterior e propor novas demandas para o bom andamento da região. Sobre esses desafios, Claudeci Martins encerra:


"Hoje eu quero falar com o pessoal da cultura, com o pessoal da escola de samba, onde já desfilei na comissão de frente, com o pessoal do conselho de cultural, nomes que sabiamente buscam trazer o que há de mais importante das artes pra cidade. Vejo aqui Edilaine Oliveira, Marília Abreu, Gilson Cezzar, Josuel Junior, Deivid Rodrigues, da Banda Sotaque de Raíz, Hamilton Tatu e tantos outros das artes, dos esportes, que dão a vida para fazer a diferença. Aos parceiros da cultura, do esporte, parceiros do serviço social, prefeitos comunitários, líderes comunitários, conselhos de saúde, tuletar, aos feirantes, às pessoas que fazem trabalhos lindos com os jovens, com os idosos e à minha Quadrilha Pimba que amo tanto... A todos vocês firmo meu compromisso de trabalhar muito pra nossa Samambaia evoluir."
FONTE:https://www.portalconteudo.com.br/post/artista-de-samambaia-assume-a-administra%C3%A7%C3%A3o-regional-da-cidade


Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

2 comentários:

  1. Parabéns! Mas, quem ganha, com isso, é a cidade e os Samambaienses. De qualquer forma todos estamos privilegiados com o Claudecir à frente dos trabalhos na administração de Samambaia.Claudecir, meu amigo, a área rural e a Arie Jk te saúda pela grande conquista e pela escolha certa do governador. Meus parabéns a todos.

    ResponderExcluir
  2. 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼parabéns por esse Novo ciclo samambaia sempre com escolha sábias

    ResponderExcluir