Cerca de 500 alunos do Renova-DF vão atuar em Samambaia



Samambaia é a segunda cidade do Distrito Federal a receber a caravana do programa Renova-DF, criado para capacitar pessoas desempregadas nas áreas de construção e jardinagem. Nesta terça-feira (8), centenas de alunos do projeto receberam o material e as instruções para começarem, em breve, as aulas de carpintaria, jardinagem e elétrica, entre outras.

Nesta empreitada com forte cunho social, o Governo do Distrito Federal (GDF) vai investir R$ 3 milhões para treinar três mil profissionais, qualificá-los para o mercado de trabalho e movimentar a economia.

São três meses de formação para cada grupo de mil alunos com 20 horas semanais. Eles vão ter aulas teóricas e práticas ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para cursos de carpinteiro, jardineiro, eletricista, encanador, serralheiro e pedreiro. Nas aulas práticas, os estudantes farão a recuperação de praças, parques infantis, quadras, campos de futebol, Pontos de Encontro Comunitário (PECs), calçadas, jardins e paradas de ônibus. Uma troca com ganho para o cidadão e também para as cidades, que vão ficar ainda mais bem-cuidadas.

Durante a cerimônia, que ocorreu no estádio Rorizão, em Samambaia, o governador Ibaneis Rocha disse que o Renova-DF vai ajudar a transformar as cidades e a qualidade dos profissionais. “Nós vamos chegar nas cidades do DF fazendo todo o trabalho de renovação, cuidando dos parquinhos e das quadras abandonadas. É um programa que vem completo, com o apoio do Sesi, e cada grupo de mil alunos vai ficar 90 dias dentro do programa e depois sairão certificados em alguma das profissões. A gente quer profissionalizar a população, garantir renda – são R$ 1.100 que eles vão receber por uma carga horária de quatro horas por dia – e, ao final, todos eles vão sair certificados e aptos a trabalhar para as profissões que escolheram”, destaca.

Para o secretário de Trabalho, Thales Mendes, o Renova-DF “olha para as pessoas e melhora as cidades desde a sua concepção e traz esperança e expectativa para as pessoas enfrentarem o mercado de trabalho de forma mais competitiva”.

Educação

Presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa elogiou a amplitude do programa. “Que inteligência um programa que dá educação, capacitação e salário. Ele une todas as frentes e dá condições de trabalho”, aponta Paulo Henrique, que reforçou os esforços do governo na área social.


Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário