Ibaneis espera vacinar contra Covid todo grupo prioritário até abril




O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou, nesta segunda-feira (22/3), que o Governo do Distrito Federal (GDF) pretende concluir a vacinação contra Covid-19 dos grupos considerados prioritários até abril.

O chefe do Executivo local reforçou, ainda, que negocia diretamente com fabricantes a compra de vacinas contra Covid-19. Na última sexta-feira (19/3), durante coletiva de imprensa, o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, havia antecipado a decisão de Ibaneis.

“Estamos negociando a compra de vacinas diretamente com fornecedores, como estratégia complementar ao Plano Nacional de Vacinação (PNI) do Ministério da Saúde. A negociação não é fácil, por causa da alta procura. Os prazos são longos, não há fornecedores com pronta-entrega”, escreveu no Twitter.

Ainda segundo o emedebista, as tratativas ocorrem há alguns meses. “Achei mais responsável falar sobre o tema depois que houvesse mais segurança. Com a nova fase de vacinação, hoje temos esperança de imunizar os grupos prioritários até o fim de abril, e isso apenas com as doses do PNI”, reforçou.

Doses insuficientes

Conforme Osnei Okumoto afirmou na coletiva, a quantidade de doses enviadas pela União tem sido insuficiente. “Estamos com algumas frentes procurando entrar em contato com distribuidores e com fábricas de vacinas aqui no DF. Entre essas duas frentes, hoje tive respostas muito positivas de que haveria a possibilidade de a indústria estar disponibilizando vacinas para o DF”, salientou.

O secretário adiantou que tem cobrado da área federal o envio de mais doses dos imunizantes, para poder ampliar a capacidade de vacinação, principalmente dos grupos prioritários.

“Elaboramos um documento ao Ministério da Saúde solicitando a ampliação de vacinas a serem disponibilizadas aqui para o DF. Aguardamos a resposta do Ministério [da Saúde] para que possamos oferecer a vacina em maior quantidade para a população”, emendou.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário