GDF alerta para 2ª onda do Covid-19

 


O aumento na taxa de transmissão do novo coronavírus preocupa as autoridades do Distrito Federal. Em entrevista coletiva à imprensa, nesta segunda-feira (30), no Palácio do Buriti, o Secretário de Saúde, Osnei Okumoto, informou que a pasta trabalha com a possibilidade de uma segunda onda da Covid-19.

 

De acordo com o chefe da pasta, o nível de reprodução do novo coronavírus está em 1,3 no Distrito Federal, ou seja, 100 pessoas podem contaminar 130. Quando esse índice está acima de um, significa que a pandemia está em crescimento.

 

Okumoto atribui o aumento da taxa de reprodução, que estava abaixo de um, em outubro, ao descumprimento das medidas sanitárias por parte da população, "principalmente dos jovens".

 

"A gente observou um relaxamento por parte da população. Uma grande quantidade de pessoas se utilizando de casas noturnas, como bares, sem utilização de máscaras, muitas vezes compartilhando copos e, também, a utilização de narguilé, que é o uso do fumo coletivamente."

 

"Vamos conversar com a Fecomércio e com os sindicatos para que a gente possa fazer uma mobilização muito grande, para que tenhamos Natal e Ano Novo muito mais confortáveis do que estamos tendo nesse momento, com essa taxa de transmissão", disse o secretário.

 

"Considerar o início de uma segunda onda é em decorrência desse índice. Estamos iniciando esse processo do que a gente tem que evitar, através de ações [preventivas]."

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário