Justiça mantém preso pai de santo que feriu adolescente com punhal em centro de Umbanda em Samambaia



A Justiça do Distrito Federal manteve preso, por tempo indeterminado, um pai de santo que aplicou um golpe de punhal em um adolescente de 15 anos. O líder religioso contou à Polícia Civil que "estava incorporado por uma Pomba Gira" – entidade espiritual. O crime ocorreu no último domingo (23), em um centro de Umbanda de Samambaia.

 

A vítima sofreu um corte na nuca, foi socorrida e passa bem. Segundo as investigações, o suspeito, de 41 anos, escondeu o punhal – espécie de faca – sob a roupa, com a ajuda de um amigo.

 

O pai de santo alegou que estava "com uma entidade no corpo", que alertava sobre um trabalho espiritual realizado contra uma frequentadora do terreiro, supostamente feito pelo genro dela, o jovem de 15 anos. Ao tirar satisfação sobre o caso, o homem apunhalou o adolescente.

 

A auxiliar de serviços gerais, no entanto, procurou o garoto e negou a motivação do crime. De acordo com o delegado da 26ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso, Cícero Jairo, testemunhas contaram ainda que o adolescente foi atacado ao chegar no culto.

 

Fieis tentaram conter o pai de santo, que foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. O comparsa que o ajudou a conseguir a arma utilizada na agressão também foi detido.

 

A Federação de Umbanda e Candomblé de Brasília e do Entorno disse em nota "ser contra todo tipo de ataque de qualquer entidade ou de qualquer pessoa que use o nome da religião para fazer o mal".

 

"Nossas Entidades, sejam elas a pomba gira, caboclo, preto velho, entre outras, são seres de luz e fazem o bem. Quem faz o mal é o ser humano, que usa o nome da religião para agredir as pessoas", diz trecho do comunicado.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário