"Isolamento deixou de ser cumprido" diz ibaneis


CLINICA DA PELE
Mesmo diante de muitas críticas, o governador Ibaneis Rocha (MDB) endureceu e está decidido que a melhor opção é liberar totalmente as atividades no DF. O desejo é de que, em agosto, tudo (até escolas) esteja funcionando. Ele afirma que o isolamento social deixou de ser cumprido há muito tempo e que, diante disso, é mais seguro que o GDF coordene a etapa final da reabertura. Especialistas, no entanto, seguem afirmando que o distanciamento é a melhor medida contra a covid-19 e temem que o sistema de saúde da capital chegue a exaustão.

Parceria

O MPDFT assina amanhã termo de cooperação técnica com a Secretaria de Saúde para compartilhar informações, sistemas e soluções de Business Intelligence. Com a parceria, ficará mais fácil para o MPDFT analisar os dados da pasta e para os gestores da saúde haverá mais segurança e qualidade na apuração das informações. A iniciativa acompanha outras medidas tomadas pelo MPDFT para uso e captação inteligente de dados recentemente. “Vamos regulamentar o uso de plataformas, otimizar nossos sistemas de informação e utilizar a inteligência de dados para potencializar o trabalho do Ministério Público, principalmente no acompanhamento de políticas públicas”, destaca a procuradora-geral de Justiça, Fabiana Costa.


Crítico

O ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB) foi um dos que criticou muito as decisões de Ibaneis. Ele afirmou que o emedebista, por quem foi derrotado em 2018, foi bem no começo da crise, mas depois se perdeu. “Considero que o governador Ibaneis agiu corretamente no início da pandemia. Mas agora parece perdido. Relaxa o isolamento, libera clubes recreativos e decreta calamidade pública. E os casos de coronavírus e as mortes lamentavelmente só aumentam…”, comentou Rollemberg.

Encontro

O secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, José Eduardo Pereira, encontrou-se ontem com o vice-presidente Hamilton Mourão. Ele apresentou os programas de desenvolvimento e falou sobre ações do GDF que visam a melhoria de infraestrutura, um dos temas mais caros ao vice-presidente. A ideia é estreitar relações com Mourão e conseguir o apoio dele para viabilizar as iniciativas junto ao Governo Federal.

Reação

O mercado imobiliário do Distrito Federal começou a apresentar indícios de uma reação depois de amargar momentos difíceis por causa da crise provocada pelo novo coronavírus. Maio foi o mês em que o DF apresentou melhor resultado em 2020. No segmento residencial, o índice de velocidade de vendas (IVV) foi de 9,1%, o mais alto neste período desde que a pesquisa começou a ser feita há seis anos. As boas condições de financiamento e a taxa de juros baixa contribuíram para o aquecimento do setor.

Perigo

Nas redes sociais, negacionistas ligado ao bolsonarismo indicam o uso de remédio para prevenir o contágio por coronavírus. O ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), por exemplo, afirmou: “Os canalhas da OMS e seus comparsas do partido comunista chinês só não imaginavam que o brasileiro se automedica. Está todo mundo tomando remédio preventivo ao coronavírus. Por isso a pandemia por aqui, deu com os burros n’água”. A recomendação, porém, vai na contramão do que médicos e especialistas repetem (e não só em relação à covid-19): a automedicação representa um risco enorme.

Aprovado

A Câmara Legislativa aprovou, ontem, a indicação de Sérgio Luiz da Costa para o cargo de diretor presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Sáude do DF (Iges-DF). Ele substitui Francisco Araújo, que atualmente é secretário de Saúde. Estavam presentes no momento da votação 21 deputados. Fábio Felix (PSol), Júlia Lucy (Novo) e Leandro Grass (Rede) se abstiveram.

Precarização

Trabalhadores de aplicativo fazem hoje greve para reivindicar melhores condições e mais apoio das empresas para garantir segurança dos entregadores. Na Câmara Legislativa, dois projetos do distrital Fábio Felix (PSol) são voltados para essa categoria, as propostas criariam programa de renda emergencial para ajudar entregadores e pontos de apoio em todo o DF para os profissionais.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário