Ibaneis critica proibição de reabertura do comércio: “Tiraram meus poderes”



GIP TELECOM
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), voltou a reclamar, nesta segunda-feira (22/06), da decisão da juíza federal titular da 3ª Vara Federal Cível do DF, Kátia Balbino de Carvalho Ferreira, de proibir a reabertura de atividades não essenciais. Na entrada do evento Agro+, ele disse que não pode dar mais previsões para setores que estão fechados.
“No exato momento, quem diz sobre abrir ou fechar qualquer coisa é a Justiça Federal, pois uma juíza da 3ª Vara entendeu que eu não posso mais decidir. Tiraram meus poderes, uma intervenção indevida do Poder Judiciário”, reclamou Ibaneis.


A sentença foi publicada na noite de sábado (20/06) e a magistrada deu 10 dias para apresentação de gráfico atualizado sobre o percentual de isolamento no DF e planejamento com critérios técnico-científicos que embasem medidas de abertura de novas atividades não essenciais, incluindo cronograma de liberação.
O governador confirmou ter pedido à Procuradoria-Geral do DF para recorrer da decisão. E afirmou que não estava trabalhando com a reabertura do comércio, mas com mais leitos. “O prazo previsto seria do dia 25 (de junho) a 1º (de julho), mas de acordo com a quantidade de leitos que nós tivermos pra atender a população”, explicou.


Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário