Desempregados têm 2ª parcela do auxílio emergencial bloqueada e sofrem com falta de explicações



A Caixa Econômica Federal começou, nesta segunda-feira (25), o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial, mas o dia foi de surpresas para muitas pessoas que esperavam continuar a receber o benefício. É que, quando foram sacar a parcela, descobriram que o pagamento havia sido bloqueado. Agora, o alívio sentido quando o pagamento foi aprovado dá lugar novamente para preocupação, dúvidas e silêncio dos órgãos competentes.

Marta Almeida e o pai moram na quadra 425 de Samambaia e fazem parte do grupo de pessoas que tiveram a segunda parcela bloqueada sem justificativa. Conforme Larissa contou ao Samambaia em Pauta, o pai dela recebeu, há pouco mais de um mês, a primeira parcela do pagamento e agora, além de não conseguir pegar a segunda, teve problemas para entender o porque.
“Ele foi na agência e não souberam explicar o que aconteceu. Ele está sem resposta e não consegue fazer outro cadastro”, explica a jovem, que conta ainda que o problema veio no momento em que o pai mais precisava do apoio: “Ele trabalhava vendendo balas na rua e está parado desde que começou o isolamento, só que agora ele não pode sair mesmo, porque está com suspeita de Covid-19”.
No aplicativo e no site da Caixa e da Dataprev, o status da solicitação também é o mesmo desde o mês passado: aprovado. Na mesma situação, estão mais de 150 outras pessoas do país inteiro, que se juntaram em um grupo intitulado “Auxílio funeral” para tentar encontrar juntas as respostas que as autoridades não dão.


Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário