Caixa pede que público evite aglomerações em agências



Nesta terça-feira (28), a Caixa Econômica Federal divulgou um comunicado pedindo aos clientes que evitem aglomerações nas agências, para sacar os pagamentos do auxílio emergencial durante a pandemia do novo coronavírus.
“Para atender quem mais precisa, teve início nesta semana o calendário escalonado de saque em espécie do auxílio emergencial nas agências, casas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui para os beneficiários da Poupança Social Digital. O escalonamento foi pensado justamente para evitar a busca massiva às agências, no momento em que se recomenda evitar aglomerações”, diz o comunicado.

“Entretanto, agências em diversas partes do país registram grandes filas e aglomerações de pessoas que não fazem parte do público-alvo do atendimento presencial, ou seja, clientes em busca de serviços essenciais (como saque do seguro desemprego e Bolsa Família sem cartão, desbloqueio de senhas, etc.) e o público beneficiário do saque em espécie escalonado por data de nascimento”, acrescenta.
De acordo com  levantamento do Caixa Econômica Federal, a cada 5 pessoas que buscaram o saque nas agências bancárias, apenas 1 delas tinha direito naquela data. Além disso, o banco afirma que mais da metade dos acessos ao aplicativo Caixa Tem nos últimos dias foi feita por usuários que não têm direito ao auxílio emergencial.
“O banco tem envidado todos os esforços para otimizar e acelerar o atendimento em seus canais físicos e digitais. E ressalta a importância de apenas buscarem as agências aqueles usuários que precisam realizar serviços essenciais ou os beneficiários que receberam o auxílio na Poupança Social Digital e desejem fazer o saque em espécie”, afirma.

Calendário de saques em espécie



Os saques em espécie são feitos em datas específicas que seguem o nascimento dos beneficiários, de forma a evitar aglomerações em agências:
  • 28 de abril – nascidos em março e abril
  • 29 de abril – nascidos em maio e junho
  • 30 de abril – nascidos julho e agosto
  • 4 de maio – nascidos em setembro e outubro
  • 5 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Como sacar?

É possível sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos e casas lotéricas em todo o país, sem a necessidade de usar um cartão. Mas, é necessário solicitar a retirada por meio do aplicativo Caixa TEM.
É necessário atualizar o aplicativo Caixa Tem, fazer o login, selecionar a opção “saque sem cartão” e informar o valor a ser retirado. O aplicativo vai gerar um código autorizador para saque, com validade de duas horas, que deve ser utilizado nos caixas eletrônicos, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

3 calendários

Caixa divulgou três calendários diferente para pagamentos do auxílio emergencial:
  • um deles é para quem se cadastrou para receber o Auxílio Emergencial via aplicativo ou do site;
  • um segundo para os beneficiários que recebem o Bolsa Família; e
  • um terceiro para os inscritos no Cadastro Único que não recebem o Bolsa Família e mulheres chefes de família.

Veja o calendário de saques (por grupo de beneficiários do auxílio)

1. Inscritos no aplicativo e site

primeira parcela para os inscritos no aplicativo e site foi iniciada no dia 14 de abril. Os pagamentos são feitos em até cinco dias úteis após o cadastro.
segunda parcela, chegou a ser antecipada, mas o Governo voltou atrás. O calendário original prevê pagamento nas seguintes datas:
  • Segunda-feira – 27 de abril: vai sacar quem nasceu em janeiro, fevereiro e março
  • Terça-feira – 28 de abril: vai sacar quem nasceu em abril, maio e junho
  • Quarta-feira – 29 de abril: vai sacar quem nasceu em julho, agosto e setembro

  • Quinta-feira – 30 de abril: vai sacar quem nasceu em outubro, novembro e dezembro
terceira e última parcela do auxílio será paga em maio:
  • 26 de maio para nascidos de janeiro a março
  • 27 de maio para nascidos de abril a junho
  • 28 de maio para nascidos de julho a setembro
  • 29 de maio para nascidos de outubro a dezembro
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário