Bombeiros usam cães para procurar cabeça de vigilante assassinado em Samambaia



Com ajuda de cães farejadores, militares do Corpo de Bombeiros tentaram encontrar a cabeça do vigilante esquartejado no Aterro Sanitário de Brasília, situado às margens da DF-180 de Samambaia. Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, 32 anos, foi assassinado no sábado (09/11/2019) por um casal e teve partes do corpo cortadas e jogadas em locais distintos da região administrativa.


Os cachorros chegaram a ser soltos no local destinado ao depósito de lixo, mas tiveram o trabalho prejudicado devido ao excesso de odores.
O homem e a mulher suspeitos de cometer o crime brutal tiveram a prisão temporária decretada por 30 dias nesta terça-feira (12/11/2019). Segundo as investigações conduzidas pela 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul), a vítima teria tido um relacionamento com a mulher e, no sábado, após voltar do trabalho, supostamente passou na casa dela. A suspeita não aceitava o fim do namoro e teria armado uma emboscada para Marcos Aurélio, com a ajuda de um comparsa.
O vigilante foi esfaqueado e mutilado. Para encobrir o crime, os pedaços do corpo foram colocados em sacos plásticos e descartados pelas quadras da cidade.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário