Mulheres em Samambaia estão com medo de esperar transporte nas paradas de ônibus

Resultado de imagem para mulheres nas paradas de onibus samambaia


Mais de meia hora esperando o próximo ônibus depois de um dia inteiro de trabalho. A parada não fica em um lugar seguro e já está escurecendo. Um carro desacelera, buzina, oferece o destino. O preço da passagem é o mesmo dos coletivos e a chegada será mais rápida. O motorista é desconhecido, mas o cansaço fala mais alto e a corrida é aceita.


Passageiras de Samambaia estão com medo de esperar o transporte público, e tem outras que se arriscam em andar sozinhas, nos últimos dias na cidade de Samambaia, está tendo vários relatos de tentativas de estrupos e assaltos contra as moradoras da cidade, o que levanta um alerta da segurança pública, que sempre responde que não há quantidade de policiais suficientes para atender os quase 300 mil habitantes da cidade.


 As amigas Verônica Rodrigues, 23, Joice Mota, 22, e Franciele Ribeiro, 30, preferem andar juntas para pegar o transporte coletivo. “Só de ficar sozinha na parada já dá medo”, afirma Franciele. Verônica é ainda mais radical e diz que até aplicativos de transporte ela evita. “Ficou com medo de pegar algo assim. É muita insegurança”, assegura.


A ida e a volta do trabalho tem preocupado as moradoras de Samambaia que algumas esperam, um amigo, namorado ou vizinho para não estarem sozinhas nas paradas de Samambaia, segundo relatos das vítimas, principalmente dos bandidos que utilizam o gol vermelho para cometer crimes, o ataque maior a mulheres tem sido na Expansão de Samambaia só entre os dias 09 e 13 do mês de setembro de 2019 foram três tentativas de estupro na região.



Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário