Seca faz baixar níveis dos principais reservatórios do Distrito Federal



A seca começa a afetar o abastecimento do Distrito Federal. Nesse domingo (25/8), o reservatório do Descoberto ficou abaixo dos 90% pela primeira vez após oito meses. Monitoramento da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) mostra que nesta segunda-feira (26/8) a bacia atingiu 89,2% da capacidade total. Ela é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 75% da capital. O reservatório de Santa Maria estava com 100% da capacidade no fim de junho, mas chegou a 96,6%. 



Para evitar a sobrecarga no Descoberto, a região do Núcleo Bandeirante, Candangolândia e as quadras de 1 a 5 do Park Way passaram a ser abastecidas pelo Sistema Santa Maria-Torto desde 27 de junho, e parte de Águas Claras desde 13 de agosto. 


Além das mudanças operacionais, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) chama a atenção da população. O volume de água consumida no DF nos quatro primeiros meses deste ano foi 10,1% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o racionamento entrava em vigor. Em 2019 o consumo aumentou para níveis próximos dos registrados em 2016, antes da crise hídrica. 

FONTE: CORREIO BRAZILIENSE

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário