Samambaia é uma das cidades mais perigosas para motoristas de aplicativo revela Polícia Civil


Falta de infraestrutura, como em Vicente Pires e Sol Nascente; e medo da violência, a exemplo da Estrutural, Ceilândia, Samambaia e Sobradinho II. Agora, exclusivamente por questões de insegurança, novas localidades se somam à lista.

Taguatinga, Samambaia, Ceilândia e Plano Piloto. Juntas, essas regiões administrativas concentram 75,7% dos registros de assalto contra trabalhadores da categoria. Os dados são da pesquisa realizada pela PCDF.
MAGIC CAR
Uma tentativa de latrocínio em maio – data posterior à pesquisa da PCDF – agrava esse quadro. Quatro criminosos, sendo três adolescentes e um adulto, acionaram um aplicativo em Ceilândia, durante a madrugada, com destino a Samambaia. O grupo anunciou o assalto apenas no final da viagem. Eles espancaram o motorista e o jogaram em uma ribanceira.

“Aqui não é lugar de pegar corridas”Em uma manhã de maio, Matheus*, 40, motorista de aplicativo, acabava de deixar um passageiro no Recanto das Emas. No entanto, um pouco antes do término da viagem, ele foi acionado para buscar uma outra pessoa na Quadra 510 da região. Ele havia esquecido de informar ao sistema que não desejava corridas pela área, mas acabou aceitando.
Ao se aproximar do ponto de encontro, o homem tomou a precaução de costume: manteve afastado, resguardado, por conta de outros incidentes anteriores. De onde estava, pôde observar três rapazes agachados exatamente no local marcado. Um outro jovem parado ao lado de uma moto estava próximo ao grupo.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário