Policial Civil se matou com um tiro na boca após tirar vida de esposa




Uma tragédia deixou os servidores da Sede II da Secretaria de Educação do Distrito federal perplexos. Um homem matou uma servidora e logo após se matou. A servidora, identificada como Débora Tereza Correa, 43 anos, morreu na hora
O acusado foi identificado como policial civil, Sérgio Murilo dos Santos, 51 anos, que após entrar no prédio começou a discutir com a Débora, intempestivo, o homem atirou contra o peito da vítima e depois se matou com um tiro na boca.


De acordo com o delegado responsável pelo caso, Laércio Rosseto, os dois tinham um relacionamento mas não eram casados. Ele afirma, também, que a vítima já tinha registrado algumas ocorrências contra Sérgio.
A vítima, Debora Correa, e o assassino, Sergio Murilo dos Santos. Foto: Reprodução
O Secretário de Educação Rafael Parente se manifestou pelas redes sociais.
Houve um homicídio agora na nova Sede II, na 511 norte. Estou a caminho. A Caravana da Educação da Regional do Núcleo Bandeirante está suspensa. O primeiro relato é de que um homem matou a esposa e se suicidou.

— Rafael Parente (@Rafael_Parente) May 20, 2019
A PCDF já está no caso.
O crime ocorreu no terceiro andar do prédio. Houve pânico e correria no momento em que o policial fez os disparos. “Eles discutiram no corredor em frente à sala dela, momento que o homem se agachou e atirou nela”, ressaltou o secretário Rafael Parente, que foi até o local.

Uma testemunha que não quis de identificar disse que estava no 2º andar do prédio quando ouviu o barulho dos disparos. “Cena de terror. Ninguém sabia o que havia ocorrido. Houve muita gritaria e pessoas passaram mal. Estamos aqui há uma semana. Uma tragédia”, afirmou.
Os servidores estão muito abalados. Muitos passaram mal e tiveram de ser atendidos pelos Bombeiros. “Eu trabalhava com ela (Débora) e estou chocada. Não sabíamos muito da vida pessoal dela, mas acreditamos que estava separada”, disse outra pessoa que trabalha no mesmo prédio. Débora era servidora da Secretaria de Educação Débora desde 2001. Trabalhou como professora, mas no momento não estava em sala de aula.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário