Correios: Agências da Rodoviária e de mais seis locais serão fechadas




O fechamento de 161 agências da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos por todo o país atingirá em cheio as atividades no Distrito Federal. Sete unidades em pontos movimentados da capital deixarão de existir até 5 de julho de 2019. As entidades trabalhistas dos carteiros e atendentes se preocupam com as consequências da medida aos profissionais e à população.


As agências na Rodoviária do Plano Piloto, no Palácio do Itamaraty, em Taguatinga Sul; no Aeroporto Juscelino Kubitschek, no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT); em Sobradinho II; e a Central Filatélica serão encerradas.


 A empresa informou que um total de 31 funcionários deixarão seus postos atuais de trabalho, mas não divulgou o público atendido em cada local “por se tratar de informações estratégicas ao negócio”.


Todos são pontos bastante frequentados. A rodoviária, por exemplo, recebe em média 700 mil passageiros por dia, enquanto o aeroporto movimenta mais de 1 milhão de usuários ao mês. “O prejuízo vai ser grande, porque a rotatividade de pessoas nesses locais é enorme”, critica Amanda Gomes Corcino, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Distrito Federal e Entorno (Sintect-DF).

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário