Pai estupra filha de 13 anos, confessa para familiares e diz querer perdão



Um homem de 47 anos está sendo acusado de estuprar a própria filha, de 13 anos, que estava em sua casa em uma chácara no Bairro Pedra 90, em Cuiabá. Assim que foi abusada, a menina contou para a atual esposa do pai e mostrou a ela que estava sangrando. À mãe da menina, a madrasta afirmou que o esposo confessou o abuso aos familiares e disse querer o perdão da filha.


Conforme o boletim de ocorrência, registrado por volta das 2h40 desta segunda-feira (22), a menina mandou uma mensagem para a mãe no domingo (21), via WhatsApp, dizendo: “mãe, meu pai está abusando de mim”.

Imediatamente a mulher ligou para a atual esposa do seu ex-marido, que confirmou o estupro, dizendo inclusive que a menina chegou a mostrar a ela um papel higiênico sujo de sangue. Em seguida, a madrasta da vítima disse à mãe: “sinto muito, ela contou para mim”.

A mãe da adolescente, que mora em Alta Floresta (790 km da Capital), veio imediatamente para Cuiabá para socorrer a filha. Ela chegou por volta das 21h20 desse domingo (21) e foi direto para casa do ex-marido, onde pegou a adolescente.
Ela começou a procurar ajuda e foi orientada a ir até a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado. Segundo a vítima, o pai teria praticado sexo anal com ela. A mãe relatou à polícia que a madrasta da adolescente afirmou que seu marido confessou aos familiares ter abusado da filha, mas disse que queria o perdão da menina.

O delegado plantonista da Polícia Civil foi informado sobre o caso e, segundo o boletim de ocorrência, disse que se o suspeito fosse encontrado seria preso em flagrante. Uma equipe da Polícia Militar foi enviada à casa do suspeito.
Os policiais tiveram que pular uma cerca de arame e chamar o suspeito, que atendeu a equipe e negou ter abusado da filha. Ainda assim, ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá, acusado de estupro de vulnerável.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário