Complexo Cultural de Samambaia realiza Festival Magia Negra



Artigo: Élton Skartazini

Ocorreu dias 5, 6 e 7/04/2019, no Complexo Cultural Samambaia, o que deve ocorrer ali diariamente. Afinal, esse Equipamento Público Comunitário - EPC foi construído com a visão e missão de ‘abrigar o fazer e usufruir artístico e cultural, nas diversas linguagens e estilos, a fim de consolidar a região como polo produtor e irradiador de arte e cultura’. Neste sentido o Festival Magia Negra caiu feito uma luva. Foi show!!!



O evento foi uma rica demonstração da cultura negra no Distrito Federal, com dança, moda, culinária, literatura, shows, simpósios e oficinas. Suene Karim, idealizadora e coordenadora do projeto, e equipe, acertaram em cheio ao mostrar a produção artística afro-brasileira como forma de minimizar os efeitos negativos dos preconceitos étnicos na região. A arte é mesmo mágica como forma de integração cultural!


A ampla programação primou pela igualdade racial e o combate à homofobia e ao sexismo. Convidado para o debate sobre inclusão social, racismo e diversidade, o irmão Guilherme Coelho (68), da Ordem da São Bento, do mosteiro do Novo Gama/GO, falou da importância do diálogo transreligioso como semelhança, não diferença, para unir as pessoas na fraternidade, solidariedade e amor ao próximo.


O festival homenageou personalidades como o Professor Inocêncio, Grande Otelo, Zózimo Bulbul, Jovelina Pérola Negra, Sérgio Vaz e Milton Gonçalves. São personagens da história não oficial do Brasil, mas de importância real ao nosso tempo e lugar. O Festival Magia Negra teve patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura - FAC/DF. A ideia é que ocorram muitos eventos assim, para bem ocupar o Complexo Cultural Samambaia.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário