Clássico de times terminam empatados em Samambaia



Na manhã deste domingo (07/04/19) ás 11h30, na arena do Allianz Park da QR310 em Samambaia Sul clássico de cachorro grande. Jogadas duras, polêmica com arbitragem e quatro gols. Al Qaeda e Máfia provaram por qual motivo esse confronto é chamado de “Clássico das Emoções”. Jogo de dois tempos um melhor no primeiro e o outro no segundo eles se enfrentaram pela primeira rodada do campeonato de Samambaia 2019, Lufas.


 O Máfia mostrou logo a que veio o técnico Lira armou uma arapuca no seu esquema tático, com uma defesa bem postada e com os meias Fernando e Clebinho articulando as jogadas o Máfia tocava mais a bola, saia mais para o jogo, e marcou o gol com Vilson aos vinte e quatro minutos do primeiro tempo cobrança de falta na entrada da área Vilson chute no anglo do goleiro João Cabelinho que voo mais não chegou. 


Logo em seguida o artilheiro zangando Mateus que faz grande jogada deixa André jornal no chão vai para cima da zaga deixa para trás mais dois zagueiros e marca o segundo gol aos 37 minutos um belo gol, a torcida pensou cheiro de goleada, o Al Qaeda jogou mal o primeiro tempo. No segundo tempo, o equilíbrio se instalou e a torcida pôde vibrar com bons lances dos dois lados, mais o Al Qaeda partiu com tudo o técnico Duda fez algumas mudanças que deu certo o time ficou mais leve e procurou marcar sobre pressão na saída de bola e deu certo logo aos cinco minutos Guilherme faz grande jogada invade área e derrubando pênalti o próprio Guilherme bate e marca o primeiro gol do Al Qaeda, e aos 23 minutos o gol do empate cruzamento na área o zagueiro Paulinho fura e a bola sobra para Guilherme empata a partida e colocar fogo no jogo, o Máfia sentiu o empate a equipe ficou apática criou menos jogadas,


 Já o Al Qaeda teve duas chances claras de virar o jogo, com Pedrinho Bolt uma ele chutou em cima do goleiro ABC e outra cabeceou para fora e fim de jogo o empate em 2 a 2, até o novo administrador da cidade Willian Lima foi curtir o clássico, os dois times fizeram valer o apelido de “Clássico das Emoções”.
Fotos e Texto; Marco Antonio Tchefy
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário