Operação da PCDF mira 10 receptadores de celulares roubados e furtados




Policiais da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (27/2), uma operação para prender integrantes de duas organizações criminosas que atuam no Distrito Federal e em outros estados, como receptadores de celulares furtados e roubados.
Segundo informações do delegado Fernando Cocito, da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), a principio, 10 alvos foram identificados. A maioria dos integrantes das quadrilhas age em Ceilândia. Um mandado também será cumprido em Pernambuco.
BELA MARES
Durante as investigações, os policiais descobriram que os crimes não ocorriam de forma aleatória. Ainda segundo o delegado, há uma média de quatro mil telefones furtados e roubados por mês na capital federal e cerca de 180 bancas em feiras que fazem a reabilitação desses aparelhos, desbloqueando senhas e outros programas.
Até as 7h30, sete pessoas foram presas. De acordo com a PCDF, alguns aparelhos eram obtidos mediante fraude junto a grandes varejistas para, em seguida, serem vendidos por preços bem abaixo do valor de mercado em lojas no DF e Pernambuco. Uma carga de celulares foi interceptada nesta madrugada com destino a Afogados da Ingazeira (PE). O motorista do ônibus também foi preso.
Segundo a Corpatri, o objetivo da operação deflagrada nesta quarta, é tirar os criminosos das ruas para que os brasilienses tenham um Carnaval mais tranquilo em relação a roubos e furtos de telefones.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário