Estações do Metrô de Samambaia não atualiza mapas em braille há 11 anos

Se um deficiente visual buscar orientações nos mapas em braille do Metrô do Distrito Federal, disponíveis nas estações, acabará fazendo uma viagem... no tempo. Vai voltar à época em que José Roberto Arruda (PR) era governador, o antigo estádio Mané Garrincha ainda estava de pé e a TV digital ainda nem era realidade.

As 13 maquetes estão desatualizadas, pelo menos, desde abril de 2007. Naquele mês, foram inauguradas as estações Ceilândia Sul Centro Metropolitano. Nos mapas, elas aparecem "em construção".

Os mapas também não trazem informações atualizadas sobre as estações 108 SulGuarirobaCeilândia CentroCeilândia Norte eTerminal Ceilândia, inauguradas em 2008. As estações 102 Sul e 112 Sul, que entraram em operação em 2009, e a estação Guará, aberta em 2010, também estão ausentes.

Questionado pelo G1, o Metrô-DF confirmou os problemas, mas disse que os mapas não recebem dados novos "desde 2009", e não desde 2007. O posicionamento não explica porque as estações inauguradas neste período estão "em obras" na maquete.
O Metrô diz, ainda, que estava aguardando a conclusão das próximas três estações (106 Sul110 Sul e Estrada Parque) para, só então, substituir as maquetes. Essas obras só foram retomadas de 2017 para cá, após mais de uma década de abandono.
Onde ficam?
Segundo a direção do Metrô, há mapas táteis em 13 das 14 estações inauguradas antes de 2007: Central, Galeria, 114 Sul, Shopping, Feira, Arniqueiras, Águas Claras, Concessionárias, Praça do Relógio, Taguatinga Sul, Furnas, Samambaia Sul e Terminal Samambaia.
A estação Shopping também foi inaugurada nesse período mas, por motivos desconhecidos, nunca recebeu a sinalização em braille.
FONTE G1


Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário