"Não nos sentimos seguro" relata motorista de ônibus em Samambaia

Resultado de imagem para assalto a onibus samambaia

O medo de sair de casa para trabalhar faz parte do cotidiano de quem se torna refém da insegurança em Samambaia. Diante de uma situação de impotência, motoristas de ônibus têm se tornado alvos de assaltantes com frequência. O motorista X (que pediu para não ter o nome identificado na reportagem) passou pelo quarto assalto, só nos últimos dois meses, na última quinta-feira (18). Ele trabalha em um linha de ônibus  que faz o trajeto Samambaia para W3 Sul, há mais de 5 anos, e diz que a situação se repete todos os dias.

“De dois meses pra cá, tem assalto todos os dias. Virou rotina. Eu ameacei até parar na posto da PM que tem na frente, Ele apontou a arma e falou ou ‘morre ou segue’. Eram três. Uma mulher e dois homens. Ela fez sinal como se fosse passageira sozinha. Eu parei e vieram os dois atrás. Não dá mais. Eles mandaram eu sair do meu itinerário.

O trauma também já faz parte da rotina de quem está há pouco tempo na profissão. Jeferson Oliveira trabalha na mesma linha de e passou pela mesma situação no fim de novembro. Segundo Jeferson, os assaltos frequentes fazem com que até os passageiros fiquem com medo de andar de ônibus.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário