Mano Brown critica PT em comício do partido


O rapper Mano Brown criticou o PT em comício do partido realizado na noite de terça-feira (23) nos Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro. 
Brown disse que "a comunicação é a alma. Se não está conseguindo falar a língua do povo, vai perder mesmo". O rapper considera que a eleição já está decidida, devido ao grande número de votos que o PT precisa conseguir para ganhar a eleição. "Falar bem do PT pra torcida do PT é fácil. Tem uma multidão que não tá aqui que precisa ser conquistada. Ou a gente vai cair no precipício", afirma. 
O rapper também falou sobre a onda de intolerância dos brasileiros nesta eleição. Brown disse: "eu estou vendo casais se separando, amigos de 35 anos deixando de se falar". "Tenho amigos que eu não tenho mais como olhar no rosto deles por causa de política", afirma. 
Brown foi vaiado por participantes do comício, mas continuou expondo seu ponto de vista. 
Para Brown, o fanatismo eleitoral é um problema no Brasil. "Não gosto do clima de festa. O que mata a gente é a cegueira e o fanatismo. Deixou de entender o povão já era. Se nós somos partido dos trabalhadores, temos que entender o que o povo quer".
O comício do PT contou com a presença de artistas como Chico Buarque, Caetano Veloso e Juliana Alves, além dos políticos Guilherme Boulos, Sônia Guajajara e Marcelo Freixo. Entitulado de "Ato da Virada", o evento reuniu centenas de apoiadores do candidato à Presidência Fernando Haddad (PT) e a vice, Manuela D'Ávila. 
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário