Novidades para os beneficiários do Bolsa Família


Brasília – Os beneficiários do Bolsa Família começam a receber este mês o reajuste de 5,67% no pagamento do programa. Cerca de 13,7 milhões de famílias em todo o país poderão sacar o benefício a partir do dia 18 de julho. Com o aumento, mais de R$ 684 milhões serão injetados na economia do país até dezembro. Esse é o segundo reajuste concedido pelo governo do presidente da República, Michel Temer, em dois anos.
O Bolsa Família é voltado às famílias mais pobres do país, que recebem o dinheiro mensalmente e, em contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de Saúde e Educação. Beneficiária do programa, a garçonete Cátia Rejane Sousa e Silva afirma que o reajuste vai colaborar nas despesas dos três filhos.
“Faz a diferença na nossa vida e, nesta crise, é muito bom porque poderemos usar com material escolar e alimentação. O dinheiro do Bolsa Família ajuda muito o meu orçamento no final do mês”, explica ela.
Gestão – Nos últimos anos, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) vem aperfeiçoando a gestão do Bolsa Família. O resultado é a fila de espera zerada há 12 meses consecutivos. Isso significa que todas as pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal com perfil para participar do programa, dados atualizados há menos de 24 meses e sem divergências entre as informações cadastrais e outras bases de dados, estão sendo selecionadas de forma automática e ingressando.  
O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, destaca a melhoria da gestão como fator determinante para atender as famílias em vulnerabilidade social. “O Bolsa Família está mais forte, melhor administrado e chegando rapidamente naquelas pessoas que realmente precisam. São mais recursos girando no pequeno comércio e na economia dos municípios, além de mais comida na mesa dos brasileiros”, ressalta ele.
Pagamento - O pagamento do benefício segue um calendário escalonado. Para saber o dia em que poderá sacar, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de 3 meses. Para saber a data de pagamento, basta acessar a página oficial do Bolsa Família.
Saiba mais
O Bolsa Família é um programa de transferência de renda criado para contribuir com o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil.  As famílias interessadas em receber o benefício devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O cadastramento pode ser feito nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único.
Informações sobre os programas do MDS:0800 707 2003 
Informações para a imprensa:Ascom/MDS(61) 2030-1505 / 9.9229-6773www.mds.gov.br/area-de-imprensa
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário