Gari morre após ser atropelado por caminhão de coleta seletiva

Um acidente fatal tirou a vida de um gari, em serviço, na noite desta quarta-feira (15), em Ceilândia. Carlos Daniel Florêncio de Souza, 22 anos, foi atropelado pelo caminhão de coleta seletiva, da empresa Valor Ambiental, quando trabalhava no recolhimento dos resíduos. A tragédia aconteceu por volta das 20h30, no conjunto M da QNP 8/12, próximo a igreja Vida Abundante, no P Sul.
Daniel caiu do caminhão em movimento. O veículo foi fazer uma curva para sair do conjunto M, quando o gari, ao tentar entrar na cabine onde fica o motorista, escorregou  e acabou caindo. A roda dianteira do lado direito do caminhão passou por cima dele. O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas o gari não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro.
O motorista Edilson Oliveira de Sousa, e os outros funcionários foram levados pra 23ª Delegacia de Polícia (P Sul). Eles prestaram depoimento e foram liberados.
Carlos Daniel trabalhava há apenas 5 meses na empresa. Ele deixa esposa e um filho de 2 meses.
Versão Oficial
Em nota, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) confirmou a morte do gari durante a operação de serviço e informou que lamenta profundamente a fatalidade. O SLU ressalta que as medidas de apoio a família serão tomadas por meio da empresa contratada.
Confira a nota na íntegra:
O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) informa que lamentavelmente o gari da empresa Valor Ambiental, Carlos Daniel, veio a óbito durante a operação do serviço de coleta realizado em Ceilândia.
O SLU lamenta profundamente a fatalidade e ressalta que todas as medidas de apoio a família serão tomadas por meio da empresa contratada. As causas do acidente serão apuradas pela Polícia Civil.
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário