DF será o primeiro a oferecer versão digital de documento veicular


AUTO ESCOLA
Dez meses depois do lançameto da Carteira Nacional de Habilitação digital (CNH-e), o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) ganhará versão eletrônica a partir desta segunda-feira (27/8), o CRLV-e. O Distrito Federal foi escolhido para ser a primeira unidade federativa onde o serviço será implantado. A opção digital poderá substituir o documento impresso, de porte obrigatório para motoristas, e ficará disponível para consulta por meio de aplicativo no celular. O lançamento oficial do CRLV-e ocorre em uma cerimônia no auditório do Minstério das Cidades, a partir das 10h30.

No evento, será apresentado o aplicativo Carteira Digital de Trânsito, por meio do qual os motoristas poderão consultar não apenas a CNH digital, mas também o CRLV eletrônico e o seguro obrigatório (DPVAT). A meta é que o CRLV-e seja disponibilizado pelos Departamentos de Trânsito de todo o país até o fim do ano. A opção digital dos documentos só pode ser solicitada após a emissão da versão impressa, expedida com código de barras do tipo QR Code.

O CRLV-e primeiramente valerá para veículos licenciados no Distrito Federal. Da mesma forma que ocorreu com a CNH-e, lançada em outubro, em Goiás, os condutores não precisarão mais levar consigo a versão impressa do documento. Quem quiser receber a versão eletrônica antecipadamente pode solicitá-la junto ao Detran, mas a segunda via está sujeita ao pagamento de taxas.

A versão digital dos documentos poderá ser verificada por agentes de trânsito por meio de um QR Code na parte interna do documento, e a autenticidade, conferida por meio de assinatura com certificado digital. A certificação serve como uma identidade virtual que garante a veracidade e a proteção dos dados do usuário em transações na internet.

Praticidade


Para fazer o download do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, os motoristas devem ter um número de celular e endereço de e-mail cadastrados junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). No site do órgão há um tutorial que mostra um passo a passo do registro para condutores que têm certificação digital e para os que não têm. Quem não possui o certificado terá de comparecer a um Detran para confirmar as informações declaradas.

Segundo Lucas Vieira, gerente de produtos da Soluti, empresa privada de certificação digital, uma das funcionalidades do CRLV-e será a possibilidade de permitir que outros condutores de um mesmo veículo também tenham acesso aos documentos do carro pelo próprio celular. "O CRLV-e surge para facilitar a vida do condutor que, vez ou outra, acaba esquecendo o documento original em casa e acaba sendo multado por isso. Todos os dados constarão no aplicativo. E o motorista conseguirá compartilhar a versão eletrônica quando quiser que outra pessoa utilize o carro sem precisar levar o documento físico", detalha. 

Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário