Aluguel: inquilino leva vantagem na negociação em Samambaia

Logo do HTML Dog
Quem pretende alugar um imóvel ou está na fase de renovação de contrato está com a faca e o queijo na mão. Com o alto número de imóveis vagos e os preços dos alugueis abaixo da inflação, a palavra de ordem é negociar.

O índice FipeZap (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) aponta uma pequena alta de 1,99% desde o início do ano, mas ainda assim abaixo da inflação que ficou em 2,94% (IPCA). “Esses índices refletem a realidade do mercado imobiliário”, avalia o economista Bruno Oliva da Fipe. “Pelos números, percebemos que houve uma redução de preços reais”.
“Em meados da década passada tivemos um boom dos preços dos aluguéis, com o ápice em 2011, agora vemos uma acomodação desses valores somado ao desaquecimento da economia”, diz Oliva.
Como existe uma grande oferta de imóveis vagos, há espaço para negociação entre inquilinos e proprietários. “É melhor abaixar o valor do aluguel que ter de pagar os custos de manutenção, impostos e no caso de apartamentos, o condomínio”, observa Juliana Inhasz professora de economia do Insper.
“A tendência é que haja a manutenção desse cenário para os próximos meses, muito difícil o país ter um salto de crescimento econômico e é preciso levar em consideração que o número de desempregados é muito alto, melhor caminho é negociar valores”, afirma Juliana.
Vai alugar um imóvel? Confira tudo o que você precisa saber
Para quem está à procura de um imóvel para alugar, o Economia em 5 Minutos dá algumas dicas:
- Veja a quanto tempo o imóvel está vago. Mais tempo vazio, maiores as chances do proprietário negociar o valor.
- Compare os preços na região onde está procurando, avalie se o valor pedido é compatível com a região.
- Cuidado quando fizer a vistoria. Avalie se o imóvel está em perfeitas condições, se existe rachadura ou mofo. Evite dor de cabeça futura.
E para quem já alugou é o momento de negociar. Alguns proprietários até abrem mão dos reajustes da inflação. “Melhor ter uma renda menor, que ter um imóvel vazio”, pondera Juliana.
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário