PMDF prende terceiro suspeito de roubar joalheria na Asa Norte em Samambaia


Em Samambaia, PMDF prende terceiro suspeito de roubar 400 mil de joalheria na Asa Norte.
terceiro suspeito de envolvimento no assalto a uma joalheria na 213 Norte foi preso pela Polícia Militar em Samambaia, na noite dessa quinta-feira (27/7). Quatro ladrões roubaram R$ 400 mil em ouro, prata e diamantes, além de outros objetos e dinheiro.
O crime ocorreu na terça (24). Dois elementos foram presos pela Polícia Civil no dia seguinte ao crime. Outro bandido segue foragido.
De acordo com a PM, um homem foi flagrado conduzindo uma moto em alta velocidade. Na abordagem, durante as buscas, os militares encontraram porções de cocaína no bolso do casaco dele. Questionado sobre o entorpecente, afirmou que a roupa era de seu amigo e não tinha conhecimento da droga.
Diante da situação, os PMs foram até o local onde estaria o dono da jaqueta e encontraram João de Deus Alves Pereira Neto, suspeito de assaltar a joalheria. Ele chegou a se esconder dentro de um guarda-roupa da residência, mas acabou preso.
Roubo
O crime ocorreu por volta das 10h20. Depois do assalto, os homens passaram a mostrar as joias e uma arma dentro do carro onde estavam. Em um dos vídeos, achados no celular de um dos suspeitos, eles comemoram: “Só coisa boa, porra!!!”.
As imagens do circuito de segurança do estabelecimento registraram a ação dos assaltantes. Um dos homens trajava terno. Ele se passou por cliente. Assim que entrou na joalheria, cumprimentou a funcionária e anunciou o assalto.
Logo depois, outros dois comparsas também entraram na joalheria. O quarto integrante do bando ficou no carro, um Astra, dando cobertura à ação. A funcionária da loja, que atende o homem de terno, e outras duas pessoas que estavam no subsolo da joalheria ficaram reféns dos acusados. Todos estavam armados.
Sob constantes ameaças de morte, as vítimas tiveram de entregar as mercadorias valiosas. “Diziam para elas passarem tudo ou seriam mortas”, disse o delegado-chefe da 2ª DP (Asa Norte), Laércio Rosseto. Após o crime, os homens fugiram para Samambaia.
Por Metrópoles.
Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário