Expansão do Metrô de Samambaia vira lenda e proposta para as eleições 2018


O Ministério das Cidades aprovou R$ 289,2 milhões para expansão e modernização do metrô do Distrito Federal, além da construção de um viaduto na Estrada Parque Indústrias Gráficas (EPIG). Do total, serão R$ 162,8 milhões para a edificação de duas estações em Samambaia e R$ 112,6 milhões para promover melhorias na Linha 1. Os outros R$ 13,8 milhões serão destinados à construção do viaduto próximo ao Parque da Cidade.
A liberação da verba veio depois de o órgão aprovar projeto técnico do GDF. Com a proposição aprovada pela Caixa Econômica Federal (CEF), o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) conversou com o ministro Alexandre Baldy, em dezembro, para pedir a liberação de recursos.
De acordo com o diretor-presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado, a licitação deve ser lançada entre maio e junho deste ano para a ampliação em um trecho de 3,6 quilômetros. “Neste pacote também há a previsão de uma robusta modernização. Aguardamos a liberação de recursos para concluir todo o pacote com estações na Asa Norte e em Ceilândia. O total do processo é de R$ 680 milhões”, afirmou.
Ele ressalta que esta primeira obra deve beneficiar 78 mil pessoas quando ficar pronta. A previsão é que sejam necessários três anos para concluir os trabalhos. Dourado garantiu, no entanto, que ainda este ano serão inauguradas as estações da 106 sul, da 110 Sul e a Estação Estrada Parque. As reformas contarão com um empréstimo de cerca de R$ 38 milhões do Banco do Brasil.
As licitações tiveram início entre agosto e outubro de 2017 e a assinatura dos contratos com as empresas deve ser realizada até março. “Essas estações já existem, mas não estão prontas para a população. Os contratos estão em fase final de habilitação e cotação de preços”, completou.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário