Dono de supermercado Supercei é preso suspeito de sonegar R$ 12 milhões

Nove pessoas foram presas pela Polícia Civil do Distrito Federal na manhã desta sexta-feira (6), suspeitas de integrar uma organização criminosa que deu um prejuízo de R$ 12 milhões aos cofres públicos, por meio da sonegação de impostos. Os mandados de prisão preventiva foram cumpridos em Brasília e em Palmas (TO).
Os alvos da ação, batizada de ‘Operação Invoice’, são donos dos supermercados Supercei, Veneza e Bellavia, além de outras pessoas suspeitas de proteger os empresários. Segundo informações preliminares da PCDF, foram apreendidos vários veículos de luxo, lancha, armas de fogo e outros objetos de valor.
Conforme as investigações, os suspeitos compravam produtos com fornecedores de outros estados, com emissão de nota por meio da empresa de fachada IASS Distribuidora e Logística. O valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) era menor, concretizando a fraude ao fisco.
Os mandados foram cumpridos após sete meses de investigações, por intermédio da Coordenação Especial de Combate à Corrupção ao Crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e aos Crimes contra a Ordem Tributária (CECOR) e contou com o apoio do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Fazenda do DF.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário