Bolsonaro é líder; Doria decepciona e empata com Alckmin

A mais recente pesquisa publicada pelo DataPoder360 confirma que Jair Bolsonaro (PSL-RJ) é o preferido para suceder Michel Temer na Presidência da República. O deputado federal lidera nos três cenários abordados pelo levantamento, inclusive quando mede forças com o ex-prefeito de São Paulo João Doria (PSDB), pela primeira vez testado como pré-candidato ao Planalto.

Enquanto o capitão da reserva do Exército Brasileiro soma 22% das intenções de voto, o tucano tem 6%. O mais próximo de Bolsonaro é Ciro Gomes (PDT), que detém a preferência de 12% do eleitorado. Ainda segundo revela a pesquisa, Marina Silva (Rede) perdeu fôlego e está atrás, inclusive, de Fernando Haddad (PT) – 7% e 8%, respectivamente.
O ambiente não muda muito para o PSDB quando o concorrente da legenda avaliado passa a ser Geraldo Alckmin. Nesse caso, Bolsonaro permanece à frente com 25%, seguido por Ciro (12%), Fernando Haddad (8%) e, só então, Alckmi (7%). Logo atrás, empatados, aparecem Marina Silva e Alvaro Dias (DEM), com (6%).
Seguindo a tendência de outros levantamentos, o índice de pessoas que declararam não querer votar em ninguém se manteve elevado. Em todos os cenários da pesquisa da DataPoder360, de 27% a 29% disseram que apertarão o botão branco nas urnas. Os que responderam não saber em quem votar representam de 8% a 12%, dependendo do cenário.
Mais de 10 mil consultados
O levantamento DataPoder360 é o maior já realizado pelo portal Poder360. Foram feitas 10,5 mil entrevistas por meio de telefones fixo e celular. No total, moradores de 349 cidades em todas as regiões do país foram consultadas de 25 a 31 de maio. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual, para mais ou para menos. O estudo está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-09186/2018.

FONTE: METROPOLES
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

2 comentários:

  1. Ainda é muito cedo para levar os números das pesquisas a sério. Estamos em Junho, a campanha de fato só começa em Agosto. Muitos eleitores ainda se declaram brancos, nulos e indecisos. Alckmin não só tem chance como estará no segundo turno e será o nosso próximo presidente.

    ResponderExcluir
  2. Bolsonaro, não sabe ouvir, não sabe dialogar muito menos governar! É um malandro tentando enganar o povo com esse discurso radicalista. Eu fico impressionada como o povo não vê isso e, pior, apoia. Quem votar nessa criatura estará consoante com a violência, a homofobia, o machismo, o nazismo e a anarquia. Mas, mesmo assim, eu acredito que ele não vai se sustentar quando os debates eleitorais começarem. Ele será “esmagado” por Alckmin, que é um candidato muito mais preparado e que tem trabalho pra mostrar.

    ResponderExcluir