Lojas Fujioka de Samambaia Norte é roubada por criminosos

Na madrugada desta quinta, 03 de maio a lojas Fujioka de Samambaia Norte foi roubada, tudo indica que os criminosos usaram um carro no momento do arrobamento da loja, Polícia Cívil aguardam agora os circuitos de filmagens para identificar os criminosos que praticaram o roubo.


Sequência de assaltos gera prejuízo e amarga crescimento de empresas em Samambaia

Vinicius  Silva, 46 anos, é proprietário de um supermercado em Samambaia há seis anos e já foi assaltado 10 vezes. Ele amarga prejuízo de R$ 5 mil, mas disse que isso é pouco em vista de outros empresários que chegaram a falir por conta dos assaltos.
Para tentar reduzir as chances de seu estabelecimento ser alvo de novos assaltos, ele  decidiu investir em equipamentos de segurança. Só em monitoramento interno gastou R$ 40 mil, fora os gastos mensais de R$ 2 mil com segurança privada e outros R$ 2,5 mil com equipamentos para seu veículo.

De todas as vezes que foi assaltado, em apenas duas o comerciante registrou boletim de ocorrência. "Não adianta chamar a polícia porque não resolve o problema. Fiz o boletim duas vezes, os policiais vieram no meu estabelecimento, mas nada se resolveu até agora", conta Vínicius.
Mesmo passando por essa situação, ele afirma nunca ter pensado em fechar ou mesmo se mudar para outro local. "Mesmo tendo uma grande despesa com segurança, pois tenho um mercado de porte médio na cidade". Para Silva, o maior problema é o emocional, que fica abalado depois dos assaltos que sofreu. "Foram todos a mão armada, inclusive em alguns até clientes tiveram seus pertences levados, o que fica é o medo e o abalo emocional".
Outro caso é de Maria Sampaio, 42 anos, que tem uma empresa de eletroeletrônicos e acessórios para carro. Ela diz que foi assaltado na rua e os bandidos levaram mais de R$ 1 mil que seria para pagar um fornecedor. "Eu fui assaltado às 8 horas da manhã, em via pública", comentou. Por conta disso, ele teve que mudar radicalmente o horário de atendimento em sua loja, agora ele abre somente enquanto há movimento e antes que escureça, as portas já estão fechadas.
"Me sinto inseguro, mas não sou só eu, outros empresários estão fazendo o mesmo". Por conta da mudança de horário, o fluxo de clientes diminuiu, e isso tem gerado prejuízo que chega a 30%, conforme o empresário.

De acordo com Maria, o medo se alastrou por todos os empresários de Samambaia, e também atinge amigos e vizinhos. "Tem uma amiga cabeleireira que faliu em menos de cinco minutos. Ela perdeu R$ 50 mil em produtos e uma caminhonete nova. Os bandidos prenderam ela e a filha dentro de casa. Ela teve que ser socorrida por um chaveiro que mora perto".

Aguardando Informações.


Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário