Vídeo: travestis são presas após extorquirem cliente

Policiais da 21ª DP (Taguatinga Sul) detiveram duas travestis, de 25 e 16 anos, por roubo e extorsão. Armadas com uma faca, elas ameaçaram um homem de 31 anos que queria fazer um programa, na região da fábrica da Coca Cola. Em três semanas, este é o terceiro caso de extorsão praticado por travestis contra seus clientes.
Era madrugada, por volta da 1h desta quinta-feira (19), quando o homem bateu à porta da delegacia denunciando o crime. Rapidamente, os policiais foram à região de Taguatinga Sul em que o crime teria ocorrido. Por ser um local com muitos motéis próximos, é comum a prostituição na área. Com pouco tempo de procura, os agentes encontraram as envolvidas.
Segundo o delegado-chefe da 21ª DP, Raimundo Vanderly, uma das suspeitas, que se apresenta como Natasha (Luciano Gonzaga), ainda estava com o dinheiro levado da vitima. Vanderly relata a dinâmica do crime: o homem chegou de carro e abordou uma das travestis. Em seguida, a outra, menor de idade, apareceu munida da faca e anunciou o assalto. Depois, as duas entraram no carro e começaram a fazer ameaças.
Da carteira do homem, foram levados R$ 200. Porém, e as travestis queriam mais. Então, obrigaram o homem a fazer dois saques – um de R$ 150 e outro de R$ 270. Só então o deixaram ir embora. O delegado destaca que um fato ainda vai ser investigado: “Elas utilizavam máquinas de cartão para receber o pagamento dos programas. Pode ser que tenham extorquido outras pessoas dessa forma também”.
A travesti Natasha foi indicada por roubo, extorsão e corrupção de menores e foi encaminhada à carceragem. Já a menor foi levada para a Delegacia da Criança e do Adolescente II (DCA II) e pode responder por ato análogo a roubo e extorsão.
Mais vítimas
O crime teve o mesmo modus operandi de outros dois delitos que ocorreram nas ultimas três semanas. Houve denúncia de roubo e extorsão nesse fim de semana e há três semanas. Porém, só na ocorrência desta madrugada é que os suspeitos puderam ser presos. Assim, o delegado vai chamar as vítimas das situações anteriores para conferir se as travestis presas também cometeram os delitos já registrados.
No vídeo gravado na delegacia Natasha detalha a ação. Durante a conversa, a travesti nega o uso da faca para ameaçar o cliente. Veja:
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário