Distrito Federal registra 307 mil desempregados

Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) no DF, divulgada nesta quarta-feira (25), aponta que o Distrito Federal tem 307 mil desempregados, totalizando aumento de 0,7 (de 18,2% para 18,9%) ponto percentual de fevereiro para março deste ano, com acréscimo de 13 mil pessoas em relação ao mês anterior. De acordo com a PED, a elevação ocorreu devido à entrada de 6 mil pessoas no mercado de trabalho e à redução de 7 mil ocupações.
Apesar do aumento no número de desempregados, em março, cerca de 29 mil pessoas a mais foram empregadas no DF. O número equivale a crescimento de 2,2% no nível de ocupação da cidade. Ainda segundo a pesquisa, 1,318 milhão de pessoas estão trabalhando entre a população economicamente ativa.
“Houve uma elevação da ocupação no ano, acredito que fruto de uma retomada que está havendo em setores que são considerados importantes para Brasília, como a construção civil”, pontou o responsável pela apresentação dos dados, o supervisor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em Brasília, Max Leno.
Segundo o levantamento, houve aumento de empregos nos setores de serviços (16 mil pessoas a mais), de comércio (7 mil pessoas), de construção (7 mil pessoas) e de indústria de transformação (mil pessoas). Além disso, 8 mil postos de trabalhos foram ocupados na administração pública.
Em outras capitais onde a pesquisa é desenvolvida também houve acréscimo no período. Em Salvador (BA), o índice passou de 25,5% para 25,7%; em São Paulo (SP), de 16,4% para 16,9%; e em Porto Alegre (RS), de 11,7% para 11, 8%.
A Pesquisa de Emprego e Desemprego no DF é feita em conjunto pela Secretaria do Trabalho, de Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, a Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).
fonte: Jornal de Brasília 
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário