Gás de cozinha fica até R$ 8 mais caro e pode chegar a R$ 100 no DF



Se você for comprar gás de cozinha nos próximos dias não se assuste. Os fornecedores reajustaram o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) entre R$ 5 e R$ 8. No Plano Piloto, o botijão pode chegar a custar R$ 100, segundo o presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras e Revendedoras de Gás LP do Distrito Federal (Sindivargas), Sérgio Costa.
Atualmente, o preço médio do produto no Distrito Federal é R$ 68,71, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O GLP tem preço diferente, dependendo da região administrativa onde o consumidor compra.
Antes do aumento, o produto chegava a R$ 60 em Samambaia, preço mais baixo da unidade da Federação, de acordo com o Sindivargas. Por outro lado, no Plano Piloto o GLP, estava sendo comercializado a R$ 93.
O empresário informou que embora algumas revendas já estejam pedindo a mais pelo produto, será a partir de segunda-feira (26/3) que a maioria dos 478 pontos de venda passarão a aplicar o reajuste.
O aumento foi definido por uma série de motivos, conforme informou o Sindivargas. A entidade disse, por exemplo, que as distribuidoras cobraram entre R$ 1,30 a R$ 1,50 a mais pelo produto, e, na última segunda-feira (19/3), foi concedido aumento de 4% nos salários dos empregados do setor.
“Estamos apenas repassando os valores que nos foram cobrados. Tivemos também aumento de custos, impostos, combustíveis”, explicou Sérgio Costa. O sindicalista, porém, destacou que a decisão sobre o reajuste é de cada empresário: “Como o preço é livre, cada um vai fazer sua matemática”.
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário