Mães reclamam da demora de listas de contemplados das creches em Samambaia


As creches públicas ficam em Samambaia e em outras cidades do DF com população de classe média, mas têm sido utilizadas por crianças de outras regiões administrativas, em detrimento, muitas vezes, dos filhos de quem mora ou trabalha nessas localidades. Critérios como participação em programas sociais e situação de risco colocam os pais na frente da fila na hora de conseguir uma vaga. Só que, dessa forma, as creches acabam por não atender a população das cidades para as quais foram destinadas, além da garantia constitucional de acesso à educação ser deixada em segundo plano. 

Atualmente, o DF conta com mais de 260 escolas, creches e jardins de infância públicos. As instituições atendem cerca de 53 mil crianças entre o maternal e os jardins 1 e 2, com até cinco anos. Ainda assim, há muitas famílias aguardando uma vaga, seja perto ou longe de casa.


Fila
Renato Alves, professor de Educação Física, de 37 anos, tentou vaga para os filhos em todas elas. No dia da abertura para as inscrições, sua esposa chegou na fila às 5h e estava em 20º lugar. Mas, em função dos critérios de prioridade (ver quadro), passou para 78º. 

Agora as mães de Samambaia aguardaram até dia 06 de fevereiro para saberem se seus filhos(as), foram contemplados. 
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário