Governo vai liberar R$ 16 bi de PIS/ Pasep para 7,8 milhões de idosos

O presidente Michel Temer deve anunciar nesta quarta-feira, 23, a liberação de R$ 16 bilhões para 7,8 milhões de aposentados. Os saques poderão ser feitos a partir de outubro. Terão direito a sacar recursos homens com mais de 65 anos e mulheres a partir de 62, já seguindo as idades mínimas previstas na reforma da Previdência.


Com essa montanha de dinheiro, o governo quer dar mais um impulso à economia. A recomendação para a liberação desses recursos foi feita pelo Ministério do Planejamento, seguindo o modelo da liberação das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Pelas regras atuais, só podem sacar o PIS e o Pasep pessoas com mais de 70 anos ou com problemas de invalidez. A decisão de antecipar os saques para idosos é uma forma, também, segundo técnicos do governo, de dar um alívio no poder de compra desse importante grupo de consumidores.

Estima-se que, em média, cada aposentado terá direito a sacar R$ 1.187. Esse dinheiro foi acumulado ao longo de anos de trabalho. O PIS é pago a trabalhadores da iniciativa privada e o Pasep, a funcionários públicos. O PIS estará disponível para saques na Caixa Econômica Federal e o Pasep, no Banco do Brasil.

Memória

Os saques das contas inativas do FGTS beneficiaram mais de 30 milhões de trabalhadores, que sacaram R$ 43 bilhões. Esse dinheiro, pelos cálculos do Planejamento, resultará em um incremento de 0,6% no Produto Interno Bruto (PIB). Segundo especialistas, a liberação das contas inativas do FGTS deram um forte impulso ao comércio, ainda que boa parte das pessoas tenha usado o dinheiro para honrar dívidas.

A perspectiva é de que o comércio feche este ano com o primeiro crescimento desde 2014, quando o país mergulhou na recessão. Superendividadas, as famílias tiveram que cortar boa parte dos gastos. Agora, começam a se beneficiar da redução das dívidas e da queda da inflação.

Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário