Fiscalização do licenciamento 2017 de veículos começa sexta (1°)

Os proprietários de veículos que estão com pendências no Departamento de Trânsito devem acelerar a regularização, pois a validade do licenciamento de 2016 termina na quinta-feira (31/8). A partir de sexta (1º/9), o condutor que for pego dirigindo sem o CRLV 2017 cometerá infração gravíssima, com multa de R$ 293,47. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) receberá sete pontos e haverá remoção do veículo. Ainda caberá ao motorista arcar com as despesas de guincho, diária no depósito, vistoria e serviço de liberação, conforme o Código de Trânsito Brasileiro.

A quatro dias para vencer o CRLV de 2016, praticamente, metade da frota do Distrito Federal foi licenciada, 49,97%, ou seja, 848.553 dos 1.697.893 veículos. No ano passado, a frota licenciada atingiu 68,72% e, em 2015, 72,31%.
Para licenciar o veículo, o condutor não precisa mais ir ao Departamento de Trânsito (Detran-DF). Quem quitou todos os débitos e ainda não recebeu o documento em casa deve acessar o site do órgão e emitir o Protocolo de Autorização Provisória para a Circulação de Veículo.
O documento provisório tem validade de 30 dias, e cada proprietário poderá tirar a autorização somente uma única vez. Até o momento, o sistema do Detran já registrou a emissão de 6.465 autorizações provisórias.
Regularização
Para regularizar a situação do veículo, o condutor também não precisa se deslocar ao Detran. Basta entrar no site e imprimir os boletos de débitos, como, IPVA, seguro obrigatório, taxa de licenciamento e multas pendentes.
Após a quitação dos débitos, o documento do veículo será enviado, automaticamente, ao endereço registrado no sistema do Detran. Por isso, é importante que o motorista mantenha o endereço atualizado.
AutuaçõesSomente este ano, 20.669 condutores foram autuados no DF por não estar com o licenciamento do veículo regularizado. Já no ano passado — de janeiro a dezembro —, a falta do documento gerou 28.331 multas. (Com informações do Detran-DF)
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário