Consumo excessivo de adoçante pode fazer mal para saúde?

Em uma época em que muito se conta calorias, cada vez mais as pessoas têm substituído as colheradas de açúcar pelos sachês ou gotas de adoçantes. Estudos já mostraram que seu consumo pode causar doenças e até favorecer o desenvolvimento de câncer.

Mas deve-se ressaltar que adoçantes consumidos dentro do limite recomendado são seguros. Limites esses que foram determinado através de pesquisas feitas em animais, correspondendo para o ser humano 10% da dose mínima de toxicidade para os animais pesquisados, sendo assim a margem de segurança é grande. 



Para ficar mais claro, vamos ver um exemplo: um adulto que pesa 60 kg pode ingerir diariamente, a quantidade máxima de adoçante do tipo aspartame, que é 2.400 mg, o que equivale ao consumo de quase 50 envelopes de 1 g de um adoçante dietético com 5% de aspartame, ou ainda a 4 litros de um produto (líquido) adoçado apenas com aspartame. Esses valores são seguros, dentro das recomendações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 


Nutricionista Déborah Santana 
CRN 12119/P
Share on Google Plus

About Criativo Publicidade

0 comentários:

Postar um comentário