Para Ibaneis, convocação de CPI é inconstitucional




governador Ibaneis Rocha disse mais uma vez que sua convocação para comparecer à CPI da Pandemia do Senado Federal é inconstitucional. “Além de confrontar a Constituição, não sou citado em nenhum tipo de inquérito, em nenhuma ação judicial. Então não tenho motivo para estar nessa CPI, até porque não vou poder contribuir muito com eles”, destacou.

Segundo Ibaneis, até sexta (11), ou no início da próxima semana, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, decidirá sobre o pedido dos governadores para não comparecer à CPI. No dia 26 de maio, a Comissão aprovou a convocação de nove governadores. Além do do DF, foram convocados Wilson Lima (PSC), do Amazonas, Hélder Barbalho (MDB), do Pará; Mauro Carlesse (PSL), do Tocantins; Carlos Moisés, Santa Catarina; Waldez Góes, do Amapá; Wellington Dias, do Piauí; Marcos Rocha (PSL), de Rondônia e Antônio Denarium (sem partido), de Roraima. Também foram convocados os ex-governadores Daniela Reinehr (sem partido), vice-governadora de Santa Catarina e Wilson Witzel (PSC), ex-governador do Rio de Janeiro.

Vacinação

Ibaneis disse que a vacinação contra covid no DF está avançando bem, com cerca de 23% da população vacinada com a primeira dose. Estamos vacinando os grupos, diminuindo a idade semanalmente. Acho que a gente vai avançar, cumprindo aquele cronograma que acho que será viável, que é até outubro ter 70% da população vacinada. O governador disse que gostaria de incluir jornalistas entre os públicos prioritários, mas que a categoria não está na lista de prioridades determinada pelo Ministério da Saúde. “Vocês estão na linha de frente, trabalhando, informando a população, fazendo um trabalho de suma importância para todos nós”, disse.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário