Operação termina com três integrantes de grupo criminoso presos em Samambaia


 

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta segunda-feira (26/4), três dos principais integrantes de uma organização criminosa que atuava na Expansão de Samambaia. O grupo era responsável por uma onda de homicídios, tráficos de drogas e roubos na região, segundo as investigações, que duraram seis meses.

O delegado-adjunto da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte), Rodrigo Carbone, explica que a PCDF quer desarticular grupos que têm exercido "uma espécie de poder paralelo ao Estado", em comunidades de Samambaia. "Eles fazem com que a população local se torne refém. Todos os três presos serão levados a julgamento pelo Tribunal do Júri", completa.

O grupo comandava atividades nas regiões do Morro do Sabão, no Morro do Macaco e na Quadra 605. Rodrigo Carbone acrescenta que haverá uma nova fase da investigação, para prender outros integrantes da organização criminosa.

"Nesta segunda-feira (26/4), a cúpula desse grupo foi desarticulada. Eles são responsáveis por tráficos de armas, tráfico de drogas, roubo e por exterminar adversários como forma de demonstrar força perante a comunidade", acrescenta o delegado. A polícia não divulgou os nomes dos suspeitos.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário