Reação: “Nos encontramos em 2022”, diz Bolsonaro



 

O Congresso Nacional, nesta quarta-feira (3), em sessão solene, inaugurou a 3ª Sessão Legislativa da 56ª Legislatura. A solenidade no Plenário da Câmara contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e marcou a retomada dos trabalhos do Poder Legislativo após o recesso parlamentar.

O presidente Jair Bolsonaro foi recebido por gritos de “mito” pelos parlamentares presentes.  Pedindo respeito à divergência, o novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, fez um pedido: “Não é simplesmente tolerar a divergência, é ter amor à divergência, para que possamos construir essa nação de verdade. Então quero pedir que possamos ouvir todas as autoridades que se pronunciarão com o respeito que se exige no Parlamento brasileiro. Que saia desse Congresso Nacional o exemplo para a nação. A pacificação da sociedade brasileira não acontecerá se não houver a pacificação das instituições”, Rodrigo Pacheco.

O presidente, em contrapartida, agradeceu ao movimento dos parlamentares, reafirmando a felicidade de estar no Congresso e afirmando que “nos encontramos em 2022”. “Faremos, juntos, o que for possível para o bem-estar do nosso país”, afirmou Bolsonaro.

O chefe do Executivo fez uma lista com alguns dos projetos analisados e aprovados pelo parlamento, como: auxílio emergencial, R$ 160 bi para enfrentamento à covid-19, eliminadas barreiras de acesso ao crédito, 10 milhões de empregos preservados, R$ 3 bi para auxílio ao setor da cultura, redução a zero de impostos de medicamentos e equipamentos para combate à covid, sem aumento ou criação de impostos, taxa básica de juros reduzida, implementação do PIX, carteira de trabalho digital, CNH com duração prorrogada para 10 anos, aprovação do novo Fundeb, apreensão de substâncias ilícitas e bens de traficantes, gerenciamento de contratos de infraestrutura turística, combate ao desmatamento ilegal, lançamento do plano safra 2020-2021, lançamento da PNI, contratação de novas unidades habitacionais, investimento em saneamento pelo país, lançamento do programa Mais Luz para Amazônia, modernização do setor elétrico, entrega de títulos de propriedade rural, lançamento do programa mineração e desenvolvimento.

Bolsonaro reforçou, ainda, a importância da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa) no combate ao novo coronavírus.

A mesa é composta por Bolsonaro, Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal, Luiz Fux, ministro do STF, Augusto Aras, Procurador-Geral da República, Senador Romário, Deputado Luciano Bivar, Deputado Marcelo Ramos e Marcos Antônio Amaro dos Santos.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário