Mãe sobre filha em coma no Base após atropelamento: “Temos esperança”


 Vitória Nascimento Oliveira, de 4 aninhos, atropelada na tarde de quarta-feira (17/2) enquanto andava de bicicleta no acostamento da DF-130, no Núcleo Rural Rajadinha, em Planaltina, continua internada na UTI do Hospital de Base do Distrito Federal, em estado gravíssimo.

Nesta sexta-feira (19/2), a mãe dela, Samantha Oliveira de Sousa, 29 anos, concedeu entrevista coletiva para a imprensa e atualizou as informações sobre a saúde da criança.

“Independentemente do que aconteça com a minha filha, nós queremos justiça. Pedimos que qualquer pessoa que possa ajudar, denuncie. Um vizinho que saiba que o carro do morador ao lado tem as características e está com avarias, que saiba que passou pelo local, que procure a polícia. Só queremos saber quem é. Não podemos abafar este caso”.

De acordo com a dona de casa, os médicos estão realizando exames para saber se a morte cerebral será confirmada. A mãe comentou que a filha mexeu as mãozinhas, mas o movimento é considerado involuntário.

Segundo ela, a filha nasceu prematura, mas sempre foi uma criança muito ativa. “A minha filha já escapou de muitas. Ela tinha imunidade baixa e chegou a ficar três meses internada por conta de uma pneumonia. Estamos todos desolados, sem chão. A Vitória era a nossa alegria.”

“Enquanto as máquinas não forem desligadas, teremos esperança”.

Ela ainda comentou sobre o estado psicológico da filha mais velha. “Ela pede o tempo inteiro para ver a irmã. Não temos coragem de falar o que está acontecendo. “Estamos tentando conseguir um apoio psicológico. Ela vai precisar, está muito abalada”.

Share on Google Plus

About CRIATIVO PUBLICIDADE

0 comentários:

Postar um comentário